em

TBT: o estrangulamento “cachecol” de Bernardo Faria sobre Lo no Pan 2015

No quadro #throwbackthursday, do VF Comunica, vamos relembrar o duelo entre Bernardo Faria e Leandro Lo pelo Pan-Americano 2015, realizado em Irvine, na Califórnia.

Naquela época, Be Faria e Leandrinho eram dois dos atletas mais temidos no absoluto faixa-preta. Enquanto o faixa-preta paulista reinava no peso médio, o mineiro dominava o superpesado.

Para ficar com o título absoluto, o lutador da Alliance aniquilou com maestria a guarda de Leandro, mas a pressão não parou por aí: sem diminuir o ritmo, ele estabilizou firme no cem-quilos, passou para a posição norte-sul e usou a própria lapela para envolver o pescoço e deixar Lo sem alternativa a não ser batucar.

Em papo com o jornalista Vitor Freitas, na época repórter da GRACIEMAG, Bernardo explicou a finalização:

“Usei a minha passagem de guarda, que aqui no EUA é conhecida como “over-under”. Faço essa passagem desde a faixa-amarela, em 2002. Lembro até hoje do dia em que aprendi a fazê-la. Um grande amigo meu, Rodrigo, de Juiz de Fora, me ensinou e eu gostei. Tudo o que faço na vida procuro insistir e persistir, e com minha passagem de guarda não é diferente. Insisto nela até conseguir. Então já são 14 anos fazendo a mesma posição, e acredito que é por isso que ela funciona tão bem. Assim que passei a guarda procurei ficar calmo e estável no cem-quilos, e buscar a finalização. Depois achei a finalização de lapela e consegui ajustar de forma efetiva. Como disse anteriormente, ainda não caiu a ficha para mim de que consegui esse feito. O Leandrinho é um dos melhores que eu já vi. O pessoal apelida esse estrangulamento aí no Brasil de cachecol. Eu faço bastante e gosto muito, pois é um estrangulamento que mesmo que ele não funcione, você continua no cem-quilos”, disse.

Reveja o duelo, aqui:

7 dicas para você vencer a estagnação no Jiu-Jitsu, com Dimitrius Souza

Carlson Gracie Team empolga no Europeu e Lott aponta grandes conquistas: “ O time está em evolução”