em

Mica Galvão vai medir forças com irmão de Gordon Ryan no WNO 22

Micael Galvão brilhou na defesa de título no Who’s Number One, após finalizar americano pelas costas

Mica Galvão vai lutar com irmão de Gordon Ryan no Who's Number One 22, em fevereiro de 2024, nos Estados Unidos.
Mica Galvão faz encara com Nicky Ryan em foto de Joe Vazquez

Após atuação de gala no Who’s Number One 21, encerrado na última quinta-feira, o faixa-preta de Jiu-Jitsu Mica Galvão já tem compromisso agendado para a próxima temporada em 2024. O fenômeno manauara vai lutar com Nicky Ryan, irmão mais novo de Gordon, no WNO 22, agendado para o dia 9 de fevereiro, na Califórnia.

Mica está uma sequência gigante de vitórias dentro da organização e, por conta disso, tem faturado diversos bonus por performance. Depois de conquistar o Grand Prix dos Meios-Médios ao vencer duas lutas na mesma noite, ele acabou de finalizar o monstro do wrestling e ex-atleta de MMA Kody Lee. São cinco vitórias seguidas – duas delas conquistadas em 2022, contra Dante Leon e Alan Sanchez.

Irmão de Gordon Ryan e missão quase impossível contra Mica

Contra Kody, Mica anotou uma das de suas melhores performances no grappling desde a seletiva do ADCC, quando finalizou todos os seus oponentes para conquistar a vaga do evento principal. A vitória do filho de Melqui Galvão veio através das quedas e o controle por cima até chegar as costas e finalizar. Sobretudo, um jogo completo.

A mídia americana sempre espera algo grandioso por parte de Nicky Ryan, que ainda é bastante conhecido por ser o irmão mais novo de Gordon, apesar de fazer parte do time rival, o B-Team. Nicky sempre foi apontado como prodígio e, de fato, ele é habilidoso. Contudo, o que lhe falta ainda são os grandes títulos e vitórias expressivas. Nicky tem medalhas de ouro em duas seletivas do ADCC.

A luta contra Mica Galvão é uma das mais esperadas pelos fãs nas últimas temporadas. E para Nicky, o duelo reserva uma recompensa muito alta em caso de vitória, mas é duelo difícil e que tem Mica Galvão como favoritaço.

Das últimas 7 lutas, Nicky venceu seis e perdeu uma que, inclusive, era a final da seletiva para o ADCC 2024. A derrota foi para o também americano Elijah Dorsey.

Pedro Marinho defendeu o cinturão dos meio-pesados do WNO. Foto: Divulgação/Flo Grappling

WNO: Pedro e Mica mantêm cinturão; Tainan triunfa no grappling

Lucas Pinheiro deixa a Atos para ser professor de Jiu-Jitsu na academia de Ronaldo Jacaré