em

Max Gimenis comenta ouro duplo no Mundial Master e destaca trabalho da PBJJF

Max Gimenis adicionou mais uma medalha de ouro para a coleção. O atleta teve uma atuação sem falhas no Mundial Master, realizado nesse fim de seman, em Las Vegas, e conquistou o ouro duplo na competição ao lado do amigo Guilherme Cordiviola. Max e Guilherme fecharam as finais do pesadíssimo e do absoluto e dominaram o master 1. 

Os faixas-pretas da GFTeam venceram cinco lutas no total na campanha rumo ao doblete. Um dos principais competidores da GFTeam na última década, Max sequer sofreu pontos e impôs seu Jiu-Jitsu agressivo para superar os adversários. Em entrevista ao VF Comunica, Max Gimenez avalia a sua performance no Mundial Master e conta que esse título teve um sabor especial.

“Meu desempenho no Mundial Master foi muito bom, fiz lutas interessantes contra atletas duros. Mantive a calma, tive atuações dominantes e não sofri nenhum ponto no decorrer da competição. Fiz cinco lutas no total e cheguei com o Guilherme nas finais da categoria e do absoluto. Guilherme é um amigo de longa data, nos conhecemos desde criança. Tive o privilégio de treinar diversas vezes com ele, inclusive treinamos juntos no Brasil nas últimas semanas”, relembra Max. 

Max e Guilherme fecharam o absoluto. Foto: IBJJF

Max descreve a sensação de fechar as finais com Guilherme Cordiviola e ressalta a relação de amizade deles mesmo morando longe um do outro atualmente.

“Para mim, não faz sentido lutar com um amigo que já troquei tanta experiência e informações durante o ano. Por um bom tempo, moramos juntos nos Estados Unidos e treinávamos todos os dias. Hoje em dia, vivemos em locais diferentes, ele mora no Colorado, tem uma academia lá, e eu vivo em Maryland. Apesar da distância, temos uma conexão muito forte. Foi maravilhoso fechar as finais com ele, acho que não tem sensação melhor do que fechar uma final com um amigo”, afirma o atleta da GFteam.

Além de ser um competidor implacável, Max é uma referência como organizador de campeonatos. Ao lado do também faixa-preta João Paulo Ferreira, ele lidera a PBJJF, Federação que tem revolucionado os eventos da modalidade em Maryland. Max compartilha detalhes da experiência de estar à frente da PBJJF e garante que a Federação se empenha em profissionalizar o Jiu-Jitsu na região.

“O objetivo da PBJJF é realizar eventos organizados e proporcionar uma experiência única aos atletas, de forma que ele se sinta profissional. A PBJJF foi um projeto que começou comigo e com o João Paulo há dois anos porque nós não gostávamos dos eventos que tinham ao redor. Como já trabalhei em vários campeonatos no Brasil e nos Estados Unidos, peguei essas informações e montei um plano com o JP Ferreira. Logo depois, começamos a atuar em Maryland. O crescimento da Federação tem sido incrível, estamos há apenas dois anos no mercado e temos feito um ótimo trabalho. Nosso objetivo é crescer ainda mais, inspirar pessoas e fazer eventos de qualidade para todos”, reforça Max Gimenis. 

Avatar photo

Escrito por Vitor Freitas

Jornalista, Vitor Freitas atua diretamente na produção de conteúdo para o Jiu-Jitsu de todas as formas a mais de 10 anos.

Lucas Montalvão conquista ouro duplo em evento da PBJJF e elogia Federação

Preguiça desafia e Meregali responde: “mais duas derrotas no seu recorde”