em

Gabriel Silva mira conquista no World Pro: “pronto para isso”

Gabriel é um dos principais faixa-laranjas da atualidade e vai competir no prestigiado evento de Abu Dhabi

Gabriel Silva é um jovem prodígio do Jiu-Jitsu. Foto: KH Visions

Gabriel Silva é uma jovem promessa do Jiu-Jitsu nos Estados Unidos e entrará em ação nos próximos dias em busca de um grande título. O faixa-laranja vai acirrar o páreo no World Pro, em Abu Dhabi, e está motivado para brilhar no campeonato mais importante do calendário da AJP.

Gabriel tem um Jiu-Jitsu refinado e está em constante evolução sob os comandos de seu pai, o professor Vicente Júnior. Vicente é diretamente responsável pela construção do jogo de Gabriel e eles têm construído uma parceria de sucesso dentro e fora dos tatames. 

O americano já foi campeão de eventos renomados da IBJJF, como Pan Kids, Europeu Kids e o do Nacional Americano, mas ele também quer escrever seu nome na AJP.

Gabriel comenta preparação para o World Pro

Em entrevista ao VF Comunica, Gabriel Silva detalhou os ajustes que fez para chegar afiado em Abu Dhabi.

“Os preparativos para o World Pro foram semelhantes ao meu treinamento para os outros torneios Grand Slam da IBJJF. Tenho treinado o máximo que posso e me exercitado alguns dias por semana. Também tenho feito uma dieta para garantir que eu bata peso. Assim como em todos os torneios, estou treinando duro para estar pronto para essa competição”, contou o faixa-laranja.

Gabriel Silva listou o diferencial do seu Jiu-Jitsu em relação aos adversários e acrescentou que pretende usar a rodagem nos principais eventos a seu favor.

“Acho que cada competidor tem um estilo diferente. Mesmo que dois oponentes tenham o mesmo jogo, o estilo de como eles executam as técnicas é diferente. Então, acredito que meu estilo é diferente dos meus oponentes, sendo uma mistura de força e técnica. Também acredito que tenho um pouco mais de conhecimento do que alguns de meus adversários em determinadas áreas. Talvez eu tenha conhecimento sobre o alto nível das competições, porque competi no Pan, Brasileiro e em outros eventos importantes”, disse o jovem atleta.

Gabriel Silva estará em ação no World Pro 2023. Foto: KH Visions
Gabriel Silva estará em ação no World Pro 2023. Foto: KH Visions

Novo desafio no Jiu-Jitsu

O faixa-laranja terá mais um grande teste no Jiu-Jitsu, porém, será em condições às quais ele não está acostumado. Gabriel mencionou as principais diferenças entre competir nos Estados Unidos e em Abu Dhabi, mas também frisou que está preparado.

“Acho que a principal diferença entre a Europa, os EUA e Abu Dhabi é o ambiente e o clima. Não conheço muito bem o ambiente na Europa fora de Dublin no final do outono, mas parece semelhante à competição aqui em casa. Aqui faz muito frio e, quando fui a Dublin, a sensação foi bem semelhante. Em outras partes dos EUA em que competi, a sensação é basicamente a mesma. Mas acho que Abu Dhabi pode ter uma temperatura e uma secura semelhantes às de um verão em Las Vegas. Tive dificuldades em Las Vegas com o calor e o clima seco, mas isso se deve ao fato de eu ter passado pouco tempo na cidade antes da competição. No entanto, se eu tiver tempo suficiente para sentir o clima, posso ficar bem. Acredito que será semelhante em Abu Dhabi, pois é um deserto. Mas acho que não posso comparar muito sobre Abu Dhabi, porque ainda não estive lá. Também sei que haverá mais variedade em relação à origem das pessoas. Na Europa, vi pessoas de todas as partes do continente. Em Abu Dhabi, verei pessoas de todas as partes do mundo”, ressaltou Gabriel.

Parceria com o pai

Vicente é pai, professor e mentor de Gabriel. O faixa-preta é peça chave no crescimento da produção do filho. Gabriel destacou como trabalhar com o próprio pai tem sido importante para o seu desenvolvimento.

“Acho que a honestidade do meu pai é a característica que mais ajuda a evoluir meu Jiu-Jitsu. Ele tem uma ótima habilidade de ensino, que é combinada com sua sinceridade. Ele é a pessoa mais honesta que conheço. Se você fizer algo errado em um rolamento, ele vai te falar sem hesitar. Ele não finge dizer “bom trabalho” se você fez algo terrível. Então, a honestidade dele me ajuda a entender que estou fazendo algo errado e que preciso consertar isso”, afirmou Gabriel.

Gabriel Silva comemora ao vencer a luta. Foto: KH Visions
Gabriel Silva comemora ao vencer a luta. Foto: KH Visions

Gabriel prevê batalhas duras no World Pro

O jovem competidor analisou sua chave no World Pro e projetou uma caminhada dura até o topo. 

“Acho que essa divisão será semelhante à minha divisão no Brasil. Acho que meus adversários terão uma motivação intensa, semelhante à dos competidores no Brasil. Então, minha divisão será difícil por causa disso. Mesmo que eles não tenham a mesma motivação, ainda assim estarão lá para vencer e farão o melhor que puderem para garantir isso. Mas geralmente não me preocupo muito com minhas divisões. Eu sei o que vou fazer, não me preocupo com elas. Se as coisas no tatame derem errado, eu saberei o que fazer para ficar em uma posição melhor. Mas não importa o que aconteça, será difícil, e estou pronto para isso”, garantiu Gabriel.

Gabriel é um exemplo de atleta dentro e fora dos tatames. Ele tem uma dedicação singular e é um jovem obstinado. Ele citou as atividades que gosta de fazer fora dos tatames, porém, reforçou que sempre assiste suas lutas antigas para evoluir.

“Fora dos tatames, geralmente estou malhando, na escola ou me divertindo com videogames no meu tempo livre. Quando me exercito, geralmente é para melhorar minha força e um pouco de cardio, e para perder peso. A força definitivamente me ajuda com técnicas e outros movimentos que precisam dela ou que podem ser complementados por ela. Às vezes, quando tenho tempo livre, assisto as lutas antigas para estudá-las, ver meus erros que podem ser corrigidos e trabalhar para melhorá-los”, concluiu Gabriel.

Avatar photo

Escrito por Gabriel Almada

Jornalista aficionado por luta e faixa-roxa de Jiu-Jitsu

Aulão feminino em Curitiba foi um sucesso. Foto: Moshe Dayan

Nika celebra encontro feminino e exalta Anna Rodrigues: “batalhadora e cheia de amor”

Dado é um dos líderes do Espaço Mussa. Foto: Reprodução/Youtube

Líder do Espaço Mussa fala como o projeto salva vidas no Sul do Brasil