em

Confira os grandes vencedores do Jiu-Jitsu Awards

Premiação, que contou com a audiência do VF Comunica, contou com mais de 4 mil votos em 11 categorias

Jiu-Jitsu Awards

O time VF Comunica, trabalhando com afinco na missão de propagar o esporte, ofereceu conteúdo ininterruptamente ao longo de todo o ano de 2023. Para concluir em grande estilo a temporada, nada melhor que anunciar o prêmio Jiu-Jitsu Awards. Uma celebração desenvolvida com o intuito de premiar os melhores do ano em uma dinâmica que coloca a audiência do VF na função da arbitragem, com a responsabilidade para decidir os campeões. 

Ao longo de 8 dias de votação, 4.465 votos foram computados na corrida pelo prêmio. A participação ativa não se resumiu ao âmbito da votação, estendendo-se em campanhas nas redes sociais dos indicados e fãs, evidenciando a abrangência do VF Comunica que se consolidou como uma das maiores mídias de informação sobre Jiu-Jitsu e Grappling.

Mica Galvão, Nicholas Meregali e Gabi Pessanha foram nomes agraciados

Na análise dos vencedores das 11 categorias, desenvolvidas para consagrar atletas, personalidades e profissionais do esporte, houve um equilíbrio entre os que conseguiram o título com uma boa vantagem e as disputas mais acirradas.

Mica Galvão, ganhador da categoria “Atleta Criador de Conteúdo”, chegou ao topo com 48,3% dos votos, seguido de Gutemberg Pereira, com 22,7% e Diogo Reis, com 22,1%. Como “Propagador do Esporte”, a equipe registrou um empate entre Alexandre Lemos e Kyra Gracie, ambos com 39,8% dos votos totais. O número também mostra uma larga vantagem sobre o segundo lugar, que ficou com Mo Jassim, Head Organizer do ADCC, com 10,6% dos votos. 

Na seleção dos “Humoristas”, categoria marcada pela originalidade, Henrique Dias, da página “A Saga do Faixa-Branca”, levou a melhor com 46,8% dos votos. O segundo lugar ficou com Matheus Miranda, que obteve 22,3% dos votos, seguido de Marcus Rooster, com 12,5%. 

Nas performances de kimono, divididas entre masculino e feminino, os selecionados como os melhores não foram surpresa após a análise dos votos: Nicholas Meregali e Gabi Pessanha reinaram com vantagem que os isolaram dos vice-campeões. Meregali obteve 49,4% do total de votos, enquanto Gabi foi a opção de 69,4% dos participantes do Jiu-Jitsu Awards.

Entre as disputas mais parelhas, com a exceção do empate registrado, ficou por conta das eleições de “Personalidade do Ano” e “Melhor Grappler”. Com diferença de 1,1% do segundo lugar, Mica Galvão e Nicholas Meregali foram os campeões, respectivamente. A curiosidade é que o primeiro e o segundo lugar foram ocupados pelos mesmos rostos, Nicholas e Mica, mas em posições invertidas, com o mesmo percentual de diferença dos votos.

O Jiu-Jitsu Awards também elegeu revelações do juvenil, no masculino e feminino. Os grandes campeões foram Julio Martins e Sarah Galvão. Melqui Galvão, treinador que teve seu nome reproduzido diversas vezes ao longo do ano, foi eleito pela audiência do VF Comunica como o “Melhor Coach” de 2023. A nutricionista Nathalia Chantre, na categoria “Profissional Especialista do Jiu-Jitsu” foi a vencedora com 35,5% dos votos. 

Conheça as categorias, os vencedores e o percentual de votações:

  • Atleta Criador de Conteúdo
    • 1º – Mica Galvão (48,3%)
    • 2º – Gutemberg Pereira (22,7%)
    • 3º – Diogo Reis (22,1%)
    • 4º – Kaynan Duarte (3,5%)
    • 5º – Lucas Pinheiro (3,5%)
  • Propagador do Esporte
    • 1º – Alexandre Lemos (39,8%)
    • 1º – Kyra Gracie (39,8%)
    • 2º – Mo Jassim (10,6%)
    • 3º – Gustavo Dantas (6,4%)
    • 4º – João Paulo Ferreira (3,5%)
  • Revelação do Juvenil | Masculino
    • 1º – Julio Martins (25,1%)
    • 2º – Felipe Goulart (23,0%)
    • 3º – Tarcísio Santos (21,0%)
    • 4º – Caleb Nascimento (17,9%)
    • 5º – Anthony Silva (13,1%)
  • Revelação do Juvenil | Feminino
    • 1º – Sarah Galvão (46,4%)
    • 2º – Helena Crevar (27,6%)
    • 3º – Irmãs Funegra (19,0%)
    • 4º – Agatha Nigro (6,9%)
  • Humorista
    • 1º – Henrique Dias (46,8%)
    • 2º – Matheus Miranda (22,3%)
    • 3º – Marcus Rooster (12,5%)
    • 4º – José “O Jiu-Jiteiro” (9,6%)
    • 5º – Clau Costa (8,8%)
  • Melhor Grappler
    • 1º – Nicholas Meregali (42,6%)
    • 2º – Mica Galvão (41.5%)
    • 3º – Diogo Reis (8,1%)
    • 4º – Diego Pato (4,6%)
    • 5º – Pedro Marinho (3,1%)
  • Melhor Coach
    • 1º – Melqui Galvão (28,1%)
    • 2º – Márcio de Deus (23.2%)
    • 3º – Guilherme Mendes (18,3%)
    • 4º – John Danaher (16,1%)
    • 5º – André Galvão (14,2%)
  • Personalidade do Ano
    • 1º – Mica Galvão (29,0%)
    • 2º – Nicholas Meregali (27,9%)
    • 3º – Gabi Pessanha (20,8%)
    • 4º – Tainan Dalpra (14,1%)
    • 5º – Gordon Ryan (8,2%)
  • Melhor Performance de Kimono | Masculino
    • 1º – Nicholas Meregali (49,4%)
    • 2º – Jansen Gomes (23,9%)
    • 3º – Victor Hugo (11,9%)
    • 4º – Fellipe Andrew (11,7%)
    • 5º – Gustavo Batista (3,2%)
  • Melhor Performance de Kimono | Feminino
    • 1º – Gabi Pessanha (69,4%)
    • 2º – Ffion Davies (9,2%)
    • 3º – Andressa Cintra (8,5%)
    • 4º – Mayssa Bastos (7,3%)
    • 5º – Luiza Monteiro (5,6%)
  • Profissional Especialista do Jiu-Jitsu
    • 1º – Nathalia Chantre (35,5%)
    • 2º – Antonio Assef (27,7%)
    • 3º – Cacio Zanon (13,6%)
    • 4º – Itallo Vilardo (12,3%)
    • 5º – Rafael Ribeiro (10,9%)

Bibiano Fernandes em: ONE, futuro no esporte e academia de sucesso

IBJJF apresenta novas regras que incluem transgêneros e proibição de gestos obscenos