em

Cássio Silva revela como superou os próprios limites no World Pro

Brasileiro radicado na França fala detalhes do bicampeonato do World Pro

Cássio Silva é bicampeão do World Pro. Foto: Reprodução/Instagram
Cássio Silva é bicampeão do World Pro. Foto: Reprodução/Instagram

Cássio Silva fincou seu nome em Abu Dhabi ao se tornar bicampeão do World Pro, na última semana. O brasileiro radicado na França brilhou na divisão master 1 -56kg e defendeu seu título com sucesso. 

Ao todo, o faixa-preta da School of Champs enfileirou três vitórias em sequência para capturar a medalha de ouro. Na final, Cássio marcou 6 a 1 para superar o japonês Masaaki Todokoro. 

Cássio Silva aplicou seu Jiu-Jitsu refinado e venceu com autoridade. Ele finalizou a primeira luta e teve amplo domínio nos dois combates seguintes. No entanto, o professor superou seus próprios limites para triunfar novamente em Abu Dhabi. Ele sofreu uma lesão no joelho a pouco mais de um mês para o World Pro, porém, não abriu mão de voltar para casa com o ouro.

“Esse título representa superação porque eu fiquei mais de um mês sem treinar. Nesse período, participei de uma competição e me machuquei. Essa lesão me deixou totalmente sem possibilidade de me preparar, fui lutar o World Pro machucado mesmo. Porém, isso não me impediu de voltar com o título”, afirmou Cássio, em entrevista ao VF Comunica.

Cássio Silva detalha conquista do World Pro

Cássio descreveu o que sentiu assim que sacramentou o bicampeonato e mencionou os aspectos que mais gostou de sua atuação.

“A primeira coisa que passou na minha cabeça foi que eu fiz o improvável mais uma vez. O que eu mais gostei foi a minha inteligência técnica de poder administrar minhas lutas sem agravar o estado da minha lesão”, contou o faixa-preta.

Antes de alcançar o topo de Abu Dhabi, Cássio venceu uma dura batalha: o corte de peso. O professor contou que usou a dificuldade desse processo como motivação durante suas lutas.

“O corte de peso é a minha luta mais difícil mentalmente. Então, sempre digo que, se eu conseguir ganhar essa luta comigo mesmo, posso derrotar qualquer adversário”, garantiu Cássio.

Momento iluminado

Cássio Silva atravessa ótima fase no Jiu-Jitsu e faz uma temporada intensa. O representante da School of Champs, em Paris, explicou como o bicampeonato do World Pro será importante para o seu desenvolvimento como professor e atleta.

“Esse título confirmou que o meu nível está elevado para essa categoria. Eu preciso de dificuldade para evoluir, então vou passar a competir no adulto nas competições da IBJJF. Como professor, posso dizer que ganho mais autoridade no que ensino mental e tecnicamente”, finalizou Cássio.

Avatar photo

Escrito por Gabriel Almada

Jornalista aficionado por luta e faixa-roxa de Jiu-Jitsu

Pedro Marinho é o atual campeão meio-pesado do WNO. Foto: Divulgação/Flo Grappling

Pedro Marinho sobre WNO 21: “quero dar show e manter o cinturão”

Ruan Alvarenga é um craque do grappling. Foto: Arquivo Pessoal

Ruan Alvarenga promete brilhar no grappling: “só enviar o contrato”