em

Bruno Bastos destaca favoritismo de Kaynan contra Meregali no WNO

Nicholas Meregali pode quebrar a banca hoje a noite? Comente

Nicholas Meregali e Kaynan Duarte se enfrentam nesta quinta-feira, 10 de agosto, num duelo galáctico de grappling na luta principal do WNO 19, em Austin, no Texas. Nicholas e Kaynan são dois dos melhores competidores do grappling na atualidade e prometem fazer uma luta animada, como disseram na coletiva de imprensa do evento.

Kaynan é um atleta calejado no sem kimono e ostenta dois títulos do ADCC, com apenas 25 anos. Ele tem um estilo ofensivo e finalizador que costuma fazer os adversários sucumbirem. O lutador da Atos busca redenção após o Mundial 2023 e uma eventual vitória sobre Meregali traria prestígio ao craque e abriria as portas para uma luta contra Gordon Ryan. 

Por outro lado, Meregali está pronto para surpreender Kaynan. O pupilo de John Danaher se dedica ao grappling há menos de dois anos e se diz pronto para o desafio que considera o mais difícil na modalidade.

Durante o Plantão do Jiu-Jitsu, na última quarta-feira, o professor Bruno Bastos, ao lado do jornalista Vitor Freitas, analisou o duelo e direcionou o favoritismo ao aluno de André Galvão.

“O Kaynan é um cara que domina os adversários. Mesmo quando ele puxa para a guarda, logo trabalha a raspagem para cair por cima. Depois, ele vai moendo os oponentes até chegar numa posição de finalização ou ganhar por dominância na pontuação. Acho que o Kaynan tem uma vantagem no wrestling e pode levar vantagem nessa área. O Nicholas, desde que estreou no grappling contra o Arnaldo Maidana, está melhor a cada apresentação. Ele tem uma guarda de retenção melhor do que as dos adversários que o Kaynan já enfrentou, incluindo o Craig Jones, que é um cara muito bom. Então o Nicholas pode usar isso a seu favor para já subir derrubando, mas esperto, porque o Kaynan tem uma guilhotina mortal.”

E para você, que vai levar a melhor nesse combate?

O poder do Jiu-Jitsu na comunidade Cidade de Deus, no Rio de Janeiro

Guilherme Augusto detalha seu momento no Jiu-Jitsu e mira retorno ao topo do esporte