em

Bernardo Passos vai lutar MMA com sonho na ponta da luva: “Quero chegar no UFC”

Brasileiro atuante na europa como atleta e professor vive fase bem-sucedida

Bernardo Passos tem luta profissional de MMA e participação no ADCC como uns dos compromissos de 2024. Foto: @bernardo_lutalivre

Falta pouco para Bernardo Passos fazer a sua quarta luta profissional de MMA da carreira. No dia 18 de abril, o carioca vai lutar no ARES Fighting Championship, evento de MMA profissional sediado na França. 

Passando um período no Brasil, o atleta e professor da MMA Factory conversou com a equipe do VF Comunica para falar um pouco sobre o processo de preparação e as metas como lutador de MMA e grappling. Com facilidade para lidar com as exigências do corte de peso, Bernardo contou um pouco como se sente na divisão.

“Estarei lutando no dia 18 de Abril com 66 kg. Depois estarei descendo para os 61 kg. Eu atualmente peso 81 kg e consigo fazer um bom processo de corte de peso. Depois da pesagem eu me recupero bem, chego muito forte para o dia da luta e, além disso, sou um dos melhores grapplers da divisão.”, afirma confiante para estrear bem na organização europeia de MMA.

Por sua representatividade no cenário, o ADCC é sempre um ponto de chegada no planejamento de rota de todo grappler. Com Bernardo Passos, apesar da incursão no MMA, não é diferente. Após desembarcar no seu país natal, o lutador afirma estar na reta final dos preparativos para encarar os desafios impostos pelo ADCC. Com a meta de ser campeão da organização esse ano, a mira se estabelece depois no UFC, na busca por uma vaga no Ultimate em 2025.

Bernardo Passos vive boa fase como professor a atleta

Professor de sucesso na europa, o brasileiro vive hoje uma boa fase, resultado de um crescimento profissional conquistado ao longo dos anos dedicados às artes marciais. 

“Hoje em dia eu vivo tudo aquilo que sempre sonhei como profissional, em todos os lugares do mundo as pessoas me conhecem e admiram meu trabalho, como um atleta de MMA e de Luta Livre (Grappler). Isso é muito gratificante, pois há anos não tínhamos uma referência na nossa modalidade mundialmente reconhecida. Hoje eu posso carregar o nome da Luta Livre para todas as partes do mundo, fazendo tudo que a modalidade me ensinou.”, revela, grato pelo caminho trilhado até aqui.

De tudo que a Luta Livre ensinou, Bernardo descobriu uma especialidade que passou a considerar como marca registrada: os Heel Hooks. Posição conhecida por ter um ajuste peculiar, o que para muitos pode ser uma dificuldade, Bernardo salienta que o importante é buscar esse ajuste com calma e confiança.

“Acho que as pessoas focam muito em querer finalizar a posição rápido, sem sequer ter ajustado completamente. Acredito que os ataques de pernas devem ser utilizados com muito ajuste, pois é uma situação que requer muita tranquilidade e confiança, não podendo aplicá-los de qualquer maneira, inclusive para quem luta MMA profissionalmente.”, conclui.

Avatar photo

Escrito por Emmanuela Oliveira

Emmanuela Oliveira é faixa-marrom de Jiu-Jitsu e formada em Comunicação Social. Dentro do tatame, aprendeu que é possível conjugar Jiu-Jitsu, escrita e o gosto pelas artes visuais em um só pacote.

Xande Ribeiro conta “primeiro trash talk da história” no Off The Mats

Nicholas Meregali encara campeão do ADCC no FPI 6: “Vou finalizar no armlock”