em

André Gomes vibra com ouro no Pan e traça meta para vencer o Mundial 

 

André Gomes pega as costas do adversário durante a campanha de ouro no Pan. Foto: Arquivo Pessoal

André Gomes confirmou a boa fase no Jiu-Jitsu competitivo ao conquistar a medalha de ouro no Pan-Americano 2022 da IBJJF, na Flórida, há algumas semanas. O faixa-preta da Gracie Barra brilhou na categoria master 1 peso-pesado e, de quebra, fisgou a medalha de bronze no absoluto.

O atleta da Gracie Barra ficou com o título ao vencer Joaquin Torres (Fight Sports) na final categoria, de virada, por 6 a 2. André conta, a seguir, que o fator persistência foi o diferencial para vencer Torres na disputa pelo ouro. Atualmente, o campeão é o sexto no ranking mundial da faixa-preta.

“Estava muito bem de cabeça, fiquei calmo e consciente para virar o jogo. Comecei atrás por dois pontos, mas pude virar com uma raspagem e uma pegada de costas no fim da luta. Foi o meu dia, não tinha jeito! Persistência é a chave, pode apostar. É a lei da semeadura! Aquilo que você planta você vai colher. É só acreditar e continuar na busca”, detalha Andre, que foi medalha de bronze e prata em 2020 e 2021, respectivamente. 

André aponta o Mundial Master como maior objetivo da temporada e o desejo de fisgar o cinturão do Fight to Win, torneio de lutas casadas nos Estados Unidos. Além disso, ele destaca todo seu profissionalismo com a dieta e os treinos para chegar em alto rendimento.

“O foco é o Mundial e o cinturão do Fight to Win, mas devo lutar alguns opens também. Nesta preparação, fiz tudo certinho na dieta e a preparação física com Raphael Benassi.  O camp que fiz foi muito bom, tinha vários caras duros no treino. Então isso te dá uma confiança boa”, revela o campeão. 

Antes de encerrar, André fala sobre a importância ter uma parte mental forte para lidar com os pensamentos durante a competição de Jiu-Jitsu. 

“Cara, na verdade, a luta é interna! Às vezes, entre uma luta e outra, bate aquela dúvida e aquela ansiedade que se você não controlar, acaba com você ali mesmo. Graças a Deus estava com a cabeça boa. Eu cuido dessa parte há bastante tempo”, diz André.  

Avatar photo

Escrito por Vitor Freitas

Jornalista, Vitor Freitas atua diretamente na produção de conteúdo para o Jiu-Jitsu de todas as formas há 13 anos.

Em revanche, Patrício Pitbull vence e pega cinturão dos penas no Bellator 277

Professor Vitor Corte lidera time de competição no Midwest dos Estados Unidos