em

ADXC 3: Jennifer Maia empurra pressão para Bia Mesquita

Ex-desafiante ao cinturão do UFC acredita que obrigação da vitória pesa contra a tricampeã do Abu Dhabi World Pro

Luta feminina será o main event de grappling do ADXC 3. Arte: VF Comunica

Depois de defender a bandeira do Brasil por cinco anos no octógono mais famoso do mundo, Jennifer Maia retorna a um cage no ADXC 3, marcado para 2 de março, em Balneário Camboriú-SC. Entretanto, em vez das luvas de quatro onças, a ex-desafiante ao cinturão do UFC vai vestir a rashguard para um desafio de grappling contra a campeoníssima no Jiu-Jitsu Bia Mesquita, na luta coprincipal do evento.

Apesar das mais de 30 lutas de MMA feita ao longo dos quase 15 anos de carreira, tendo vencido 24% delas via finalização, Jennifer Maia entende que Bia Mesquita, que já foi campeã do Abu Dhabi World Pro em três oportunidades, carrega a pressão neste duelo, muito por conta de todas as suas conquistas na modalidade.

“Estou muito feliz e motivada para este desafio. Eu não esperava que fosse contra ela (Bia Mesquita), tive até que confirmar no google que ela era ela mesmo (risos). Pela minha história no MMA, sempre tem uma pressão para defender o meu legado, mas me vejo indo sem obrigação, porque é uma área em que ela é mais forte, é uma supercampeã”, explica a curitibana.

Ainda assim, Jennifer Maia rechaça a possibilidade de entrar confortável no combate, e lista alguns pontos a seu favor neste desafio.

“Eu tenho muito repertório, muita experiência e vou imprimir o meu jogo, impor muito giro. A experiência que eu adquiri no MMA vai me ajudar a não deixá-la na zona de conforto. Até comentei com o meu treinador que esse ambiente (cage), o fato da luta ser dividida por rounds, pela experiência que eu tenho, contam a meu favor”, lembrou Jennifer.

Jennifer Maia já tem luta de grappling no histórico

Vale citar que Jennifer Maia fez uma luta de grappling recentemente, logo após deixar o UFC, então não será uma experiência tão nova assim.

“Foi gostoso lutar sem aquela pressão do MMA”, afirmou.

Por falar em MMA, Jennifer não confirma a aposentadoria definitiva, mas também não garante seu retorno.

“Por enquanto ainda não senti vontade de voltar. Precisa dar um tempo para casa. São 20 anos me preparando, baixando peso para lutar, então quis dar essa pausa. Mas ao mesmo tempo me senti sem foco, pois sempre fui atleta. Por isso, quando essa oportunidade no ADXC surgiu, eu fiquei muito empolgada”, destacou.

Todas as lutas do ADXC 3 serão transmitidas ao vivo pela plataforma de transmissão online TX7. Confira abaixo todas as lutas já confirmadas oficialmente no evento.

ADXC 3

2 de março, Balneário Camboriú (SC)

LUTA PRINCIPAL COM KIMONO

Bruno Lima x Jansen Gomes

LUTA PRINCIPAL SEM KIMONO

Bia Mesquita x Jennifer Maia

CO-LUTA PRINCIPAL COM KIMONO

Fellipe Andrew x Rayron Gracie

CO-LUTA PRINCIPAL SEM KIMONO

Roberto Abreu “Cyborg” x Henrique Ceconi

CARD PARCIAL

Gutemberg Pereira x Pedro Lucas

Samuel Nagai x Israel Almeida

Fabricio Andrey x Ruan Alvarenga

Júlia Alves x Ana Schmitt

Jonatas Gracie x Levi Jones-Leary

GoodFellas lança Inteligência Artificial Jiulia para o Jiu-Jitsu

A inteligência artificial chegou aos tatames com gestão inteligente e engajamento de alunos

Caio fala sobre o cresimento da marca Almeida JJ e traça plano: “Vou vencer os principais campeonatos esse ano”